Praia do Recreio dos Bandeirantes – Rio de Janeiro

15334



“Do Leme ao Pontal…”, já dizia Tim Maia. Sim, é lá, na Praia do Recreio dos Bandeirantes, que fica a famosa Pedra do Pontal, fronteira com a Praia da Macumba, ambas points certos para quem quer pegar altas ondas. As águas muito claras e limpas são um contraste maravilhoso com a areia branca e fofa de uma das praias mais distantes do Centro do Rio, na Zona Oeste carioca. São 2 Km de ondas fortes que começam na Reserva Biológica da Barra da Tijuca, na Barra da Tijuca, e vão até a Pedra, batizada agora de Pontal Tim Maia em homenagem ao cantor. Bem, e não podia ser diferente.



Frequentada principalmente por moradores e surfistas – que têm no Posto 10 e no Canto do Recreio as melhores ondas – nos finais de semana recebe pessoas de toda parte do Rio e muitos turistas, atraídos pela beleza do local. O bairro, de classe média alta, tem plano urbanístico diferente do da Barra da Tijuca: lá os prédios são baixos e ainda há muitas casas de rua, além de condomínios de alto padrão.

Praticamente uma continuação da Praia da Barra da Tijuca, a Praia do Recreio dos Bandeirantes é muito limpa e ideal para toda a família. Enquanto nas águas transparentes os esportes são encabeçados pelo surfe, na areia, jovens de todas as idades jogam frescobol, vôlei, futevôlei ou futebol de praia, aproveitando a grande extensão. Um extenso calçadão com ciclovia convida para uma caminhada ou volta de bike, embalada pelo som do mar e uma das mais belas paisagens do Rio de Janeiro.

Dicas da Praia do Recreio dos Bandeirantes

Nos quiosques, pastéis de frutos do mar, petiscos e cerveja muito gelada atraem uma conversa animada, mas quem quiser também pode contar com vários bares e restaurantes na orla. Na areia, ambulantes vendem de picolé a caipirinha de limão, do camarão no espeto à cozinha de galinha. Com fome e sede só fica quem quiser.

Mar: Muito azul, agitado, águas limpas e claras

Areia: Fofa e branca

Público: Moradores e surfistas

Modalidade: Surfe, kitesurf, skysurfe, bodyboard e SUP quando o mar está calmo. Na areia, frescobol, vôlei, futevôlei, futebol de praia

Dicas: Vale a pena visitar o Parque Nacional Municipal de Marapendi, ali pertinho. Aberto de 8h às 17h (no horário de verão até às 18h), conta com infraestrutura de parque para crianças, mesas e bancos, visitas guiadas em trilhas, palestras sobre temas ecológicos, capacitação de professores e oficinas de arte. Não é permitido fazer churrasco.

Trilhas: Subir a Pedra do Pontal é uma aventura. São várias trilhas íngremes, cercadas de vegetação, mas a vista é simplesmente deslumbrante: ao longe as montanhas do Maciço da Tijuca e as da Pedra Branca. Ao centro, a imensa planície do bairro do Recreio.

Onde comer e ficar na Praia do Recreio

Onde comer: Bares e restaurantes da orla, quiosques no calçadão e ambulantes na areia

Onde ficar: Apart hotéis, pousadas, casas e apartamentos para veraneio

Praias próximas: Barra da Tijuca, Macumba, Prainha, Grumari.


Gostou da praia Praia do Recreio?

Então compartilhe com seus amigos e conheça outras praias lindas abaixo.

 

Veja também: