Página inicial Santa Catarina Guarda do Embaú Praias da Guarda do Embaú – SC

Praias da Guarda do Embaú – SC

Pontuação

 
Clique nas estrelas para dar a sua nota!

Descrição

Considerada uma das dez praias mais bonitas do Brasil, você vai pensar: “mais uma?”. Tudo bem, este é mais um daqueles lugares especiais – que você vai ver que realmente é – e que esse nosso país realmente tem um litoral privilegiado, tanto que cada vez que a gente fala “das mais bonitas do Brasil” parece uma repetição sem fim. Só que não tem como ser diferente: a Praia da Guarda do Embaú tem uma longa extensão de areias claras e finas por onde você chega… Através do Rio da Madre! Isso mesmo, você tem que atravessar o rio, a nado ou de barquinho, para poder chegar à praia! E ele corre paralelo à praia, o que torna a paisagem de sonho. Delícia pura.

Estilo alternativo aumenta ainda mais o charme das praias da Guarda do Embaú

As cinco praias da Guarda do Embaú são lindas, cada uma com um encanto diferente. Mas o jeito é diferente de chegar à Praia da Guarda do Embaú na verdade só reflete um jeito alternativo do lugar, com seu jeito de vila, pousadas super aconchegantes espalhadas pelas ruas de terra e aquele jeito de levar a vida pegando onda sem calma que faz com que a noite acabe cedo na vila.

Isso mesmo, se o seu negócio é balada você está no lugar errado. Em compensação às 10 da manhã já é difícil encontrar lugar para estacionar o carro nas praias e a praia já está com o mar apinhado de pranchas de surfe e muita gente bonita na areia.

Preservação na natureza é a maior preocupação em Guarda do Embaú

O site Booking.com está oferecendo hospedagens nessa região com até 30% de Desconto! Confira aqui.

A verdade é que as praias da Guarda do Embaú ganharam fama internacional e a cada ano mais turistas chegam na alta temporada. Apesar disso, a vida ainda corre devagar na vila e a preservação da natureza é a maior preocupação dos moradores, que acaba sendo dos turistas também, tamanho o cuidado em manter tudo limpo e o mais intocado possível.

Para você ter uma ideia de como ao assunto é levado a sério no local, apesar das ondas perfeitas, o surf e todos os esportes náuticos são proibidos de abril a julho, época de pesca da tainha. Provavelmente esse é o grande charme do lugar – ao lado, é claro, da geografia privilegiada, das altas ondas para o surf e da mata alucinante que emoldura as praias.

Previsão do Tempo

Praias de Ipojuca

Trilha do Parque da Serra do Tabuleiro leva à Pedra do Urubu

E por falar em mata, quem gosta de ecoturismo conta ainda com os encantos do Parque da Serra do Tabuleiro, que engloba parte da vila e os arredores, abrigando cachoeiras, rios e a rica fauna local. Os cenários paradisíacos se repetem na Pedra do Urubu, cujo acesso é feito por uma trilha até que bem fácil.

Em meia hora de caminhada você chega lá no topo e tem uma imagem alucinante das praias da Guarda, Pinheira, Sonho, Gamboa e Garopaba, já em municípios vizinhos. A trilha começa no canto esquerdo da Praia da Guarda do Embaú. Não esqueça de checar a memória da câmera, porque você vai querer bater muitas, muitas fotos.

Rio corre paralelo à Praia da Guarda do Embaú

Entre as praias da Guarda do Embaú a Praia da Guarda é a mais concorrida. Além do charme de ter que chegar atravessando o rio que corre paralelo ao mar (uau!), as ondas são perfeitas para o pessoal do surf e a simplicidade do ugar torna tudo inda mais bonito e com aquele jeito de sonho. Ao longe as montanhas emolduram a paisagem e transformam o por do sol em cena digna de cinema. Aproveite aos bares simplesinhos da orla que servem petiscos e bebidas e deixe a vida correr devagarinho.

  • Prainha é totalmente selvagem

Das praias da Guarda do Embaú a Prainha, como o nome já diz, é a menor, com cerca de 1 Km de extensão rodeado por costões com Mata Atlântica intocada, dunas e morros. Totalmente selvagem, sua principal característica é que nela não há qualquer tipo de construção. As ondas são ótimas para o surf, mas como tudo que é muito bom, chegar lá também não é fácil e o acesso só pode ser feito através de três trilhas.

A primeira delas e também a mais tradicional, sai da Guarda do Embaú, passa pelo Bar do Evori e contorna o Costão. A segunda é um pouco menor mas bem mais íngreme, pegando uma outra trilha que sai ao lado do Bar do Evori. A terceira é a mais curta de todas, mas também a mais sem graça. Você deve pegar a trilha que vai para a Pedra do Urubu e seguir pela direita na primeira bifurcação.

  • Praia da Pinheira tem a melhor infraestrutura turística

Já a melhor infraestrutura turística das praias da Guarda do Embaú fica na Praia da Pinheira, em uma baía com 7 Km de extensão que tem a Ponta do Papagaio ao Norte. Há vários bares, restaurantes, hotéis e pousadas na área, além do comércio em geral.

Separadas por um costão ficam as praias de Cima e de Baixo. Na Praia de Cima, a areia é fofa e dá para avistar várias ilhas da região, entre elas Florianópolis. Já na de Praia de Baixo, a pesca caracteriza o lugar, com seus barquinhos dando aquela aura de passado à paisagem. Trilhas conectam as duas praias, mas há ainda outras que levam à Praia do Maço e ao Vale da Utopia, ou mesmo à Praia da Guarda passando pela Prainha.

  • Na Praia das Pedras Altas a onda é o naturismo

Já a Praia das Pedras Altas é a preferida pelo pessoal alternativo – o acesso é difícil e não é todo mundo que tem disposição para encarar 6Km de estrada de terra a partir do distrito de Enseada do Brito. Reduto dos naturistas, as duas prainhas de 100 metros que compõem o lugar só são permitidas para quem ficar sem roupa. Os costões verdes e cheios de pedras garantem a privacidade e o mar calmo convida ao mergulho. Uma das delícias é a fazenda de mariscos ao lado, servidos fresquinhos para a galera da praia.

  •  

    Gostou da praia?

    Então clique em:
    ;-D

     


  • [Parceiro] Dicas de Saúde: Saúde Descomplicada
  •  

    Veja as dicas e deixe a sua também! ;-D

     

    [php snippet=3]

Praias de Santa Catarina:

 

Praias de Penha - SC - por Guido-Lutz

84399
Praias de Penha – SC Você sabe exatamente o que quer: um lugar cheio de atrações, onde você possa de divertir de verdade, comer bem, ficar bem hospedado, ser bem servido e ir cada dia a uma praia diferente. Então bem-vindo às praias de Penha!
Praias de Imbituba - por ricardo-chicuta

23976
Que os bons ventos o levem... Para as praias de Imbituba! Que surf que nada, o negócio por lá é voar sobre as ondas, só que literalmente. Durante o ano inteiro os adeptos do kite e do windsurfe encontram no lugar ventos perfeitos para a prática desses esportes, e se arriscam em manobras cada vez mais radicais na maioria das nove praias de Imbituba.
Praias de Garopaba - por Mário-Junior

14047
Reza a lenda que os primeiros europeus, a bordo de uma expedição naval espanhola, teve que se refugiar de uma tempestade na Baía de Garopaba lá nos idos de 1525, quando os índios Carijó ainda eram os reis do pedaço.
Praias de Farol de Santa Marta - por Getulio-Rainer-Vogetta

8153
Você gosta do passado, daquela sensação de que o tempo parou? Então você vai adorara as praias do Farol de Santa Marta, cujo cabo na verdade é um marco simbólico de delimitação das águas brasileiras, que ao sul tornam-se mais revoltas devido ao vento mais intenso. A partir dali também não há mais abrigo para as embarcações fundearem.
Praia de Bombinha - Bombinhas – SC - por Carlos-Colonetti-Neto

10958
Se o seu negócio é agitação, a Praia de Bombinhas foi feita para você. Com cerca de 1 Km de extensão, ela é a mais movimentada da cidade, cheia de gente bonita, famílias, esportistas e levantadores de copo, sim, já que há grande quantidade de bares e quiosques em sua orla. Para quem ficou curioso sobre o nome da praia, não, não é por causa de nenhum drink inventado no local.
Praia da Tainha - Bombinhas - por Henrique-Granado

3145
No extremo sul da península de Bombinhas fica a paradisíaca e quase inacessível Praia da Tainha. Ela é a mais distante do Centro da cidade mas ainda é uma das que é possível chegar de carro – há várias praias cujo único acesso é por mar. Pode até ser meio difícil chegar até ela, mas o esforço vale a pena: o visual é maravilhoso e o mar calma permite horas e horas só com a cabeça fora d’água.